VI Festafin

É verdade. Mais um semestre Feminino finda com as aulas de um primeiro que agora acaba. 2008 está perto do fim, e com ele grandes momentos se guardam na memória… Ao nível de um ano cheio de grandes marcos (porque o 1º de Março ainda está bem presente!), o último festival em que A Feminina deu o ar de sua graça foi deveras “para mais tarde recordar”!

O convite para ir a Idanha-a-Nova incluía um longo fim-de-semana, mas como as frequências e os testes desafiaram do lado da responsabilidade, marcámos autocarro só para sábado, bem cedo, com regresso marcado para as 3h da madrugada seguinte.

Mas porque um dia de festival não tem o mesmo sabor se não tivermos antes uma noite mal dormida, quisemos ir curtir a inauguração do Kaloiro bar, novo bar académico no Bairro Alto, onde o grande momento da noite ia ser presenteado com o espírito de farmácia, pela presença da TAFUL.
O ensaio acabou eram já umas 11h da noite… e porque o Bairro agora fecha as portas bem cedo, foi difícil providenciar a ida das resistentes até lá… Lá “obrigámos” umas tantas candidatas a ir (já elas adivinhavam as tantas idas ao bar que as esperava), levámos as caloiras do costume e fomos veteraníssimas de capas traçadas até ao beco gélido nas ruas de Lisboa! A noite estava animada, e apesar de me ter esquecido da ginja prometida à minha Estrelinha, as caloiras que já nos esperavam no bar receberam-nos com o grande sorriso do costume! Confesso que só de pensar já me bate uma saudade do tamanho do mundo…
Depois da noite aquecer entre copos e guitarradas, ao som da TAFUL e da Tusófona, os olhares entre as “colheres” femininas foram trocados com uma cumplicidade que apenas nós conseguimos explicar… todas acenámos um sim com a cabeça. A hora tinha chegado.
Há coisas na Tuna que são planeadas desde muito cedo… Outras, são pensadas ao mais ínfimo pormenor, quando tudo tem de sair perfeito… Outras são apenas sentidas e desejadas com muita força… Algumas destas coisas são simples músicas que nos ficam no ouvido depois de passar na rádio, ou o tornar as pandeiretas pretas porque um dia pensámos nisso! Pode ser um Festival sonhado durante 12 anos… Outras vezes, é o presenciar a passagem de uma Tunante que merece mais que nunca uma noite de grandes emoções! Esta noite teve disso. Não que as outras passagens percam significado, e todas sabem o quanto nos dedicamos a todas a vocês, mas quando temos um “dedinho” na presença daquela pessoa na tuna, o reconhecer de uma dedicação imensa tem um sabor muito especial! E estar aqui a escrever sobre a passagem da minha mana deixa-me uma vontade imensa de sorrir! E porque para ti, mana, não fui capaz de dizer nada pelo calar das lágrimas, acho que te devo estas palavrinhas aqui no blog (visto que as palavras saem sempre dos meus pensamentos!). Quando às vezes vejo miúdas a dizer que não vão para a Tuna no 1º ano porque é cedo, ou que não vão no 4º porque é tarde, lembro-me sempre de ti… Um semestre inteiro a perguntar-te pelo violino guardado na casa de Faro, a mandar-te mensagens “erradas”… enfim. O facto de estares a 1 ano de acabar o curso não te parecia o convite mais prometedor do Mundo quando te dizíamos para ires para A Feminina. Mas foste. Raptaram-te a Maria e a Botas nos corredores, e lá apareceste. Em poucos dias, seguraste a actuação no Marias. Não foi tudo deveras espectacular… nós sabemos! Mas foi o primeiro passo para o teu melhor ano de faculdade! Ou vais dizer que não? É verdade. Desde aí, nunca mais falhaste à tua Tuninha e, desde aí, pudemos contar com o nosso violino, e mais que isso, com uma grande amiga, sempre presente! És um grande exemplo de dedicação e amor, ao instrumento, à Feminina e a esta grande família! Não é por acaso que tantos abraços se abriram à tua entrada na tuna, desde nós mais velhas, até às mais novinhas que, na sexta, ficaram até às tantas da manhã à espera para te dar aquele abraço… (e levar-te a ti e ao carro a casa!) Foi um orgulho ver-te receber a Escadinha com tão boa prestação e mais do que isso, da melhor madrinha que alguma vez podes ter desejado! Ou não fosse ela assim como tu! Quase que temos de lhe bater para ela ficar em casa a curar uma doença marada, em vez de ir ao Festival com a Tuna! Vives A Feminina como nós Paxana, e mereceste mesmo muito este teu momento… assim como as emoções que tornaram a tua, uma noite tão especial (incluindo o teu estado final!)! Parabéns!

Com 1 ou 2 horas de sono, lá estávamos bem cedo à porta da FFUL (excepto a Botinhas, que teve o autocarro parado à porta para a ir buscar! Despertador… p’ra quê? Telemóvel ligado… Que é isso?)
Era já mais tarde do que o esperado quando partimos para Norte. Idanha recebeu-nos com um ar bem gélido! Um frio cortante, que até nos acostumarmos, vestidas num traje preparado para temperaturas pouco extremas, se tornava quase insuportável!
O almoço foi servido numa tenda! Nunca o estarmos tão apertadinhas numa mesa soube tão bem! O chamado calor humano!
A tarde foi bem longa… Foi-nos apresentado um plano de passa-calles que percorria 7 ou 8 postos! Fomos aos 7 ou 8 postos, muitos deles bares onde apenas nos ouviram os donos… mas sempre animadas, lá fomos pedindo uns finos, um vinho, um shotinho à maneira e até um Bolo Rainha para animar o sítio e aproveitar para fazer o nosso brinde! Foi uma tarde que de certeza iremos recordar por uns tempos!
A hora do espectáculo, depois de um jantar onde toda a animação era pouca para afastar o frio da tenda sem aquecedores, foi um tanto atribulada! O camarim foi dividido pelas 7 tunas a concurso, mais as da casa, por isso imaginem o quão difícil foi o ensaio nos 20 minutos que nos foram dados, mais a confusão de instrumentos que foi gerada… Enfim. De facto a parte menos boa do festival…


Independentemente de tudo, subimos ao palco e abrilhantámos uma noite em que a lista de tunas era interminável! Fomos a 4ª tuna a subir a palco, e o espectáculo, posso dizê-lo… deu-se! Acabámos o semestre em grande!
Porque há um prémio que reúne toda a união e o culminar da Amizade forte que se sente em palco, o Prémio de Melhor Tuna foi entregue, depois da Lidgy e da nossa Bebé arrecadarem o Melhor Estandarte! A invasão de Palco foi nossa!

Fechámos as portas do camarim que acabou só nosso, e enchemos os copos de Ginja… O nosso brinde foi acompanhado de uma grande nostalgia e uma já enorme saudade! No próximo semestre algumas das nossas femininas vão se afastar… e as saudades da nossa Salomé vão-se dividir pela Maria, a Inês e a Catarina que vão para Erasmus… e quem será que vai para fora de Lisboa estagiar das quintanistas?
O olhar sobre o futuro é incerto, e os vazios em palco vão ser difíceis de ignorar… mas a verdade é que podemos afastar dos colegas, acabar com os namorados, fazer sempre novos e bons amigos, mas a Família não podemos esquecer nem largar nunca! Por isso a todas só podemos dizer: até breve! A Feminina somos nós e vocês!

Obrigada a todas pelos momentos inesquecíveis que vivo ao vosso lado! Gosto de vos ver crescer! Não podia desejar melhor Família que esta que construímos juntas!

Frase feita ou não, esta é a nossa frase… Feminina uma vez, Feminina até eu fim! E nós… é até morrer!

Um Feliz Natal e um 2009 cheio de desejos concretizados e momentos Femininos de sucesso! O céu… é o limite!!

1 comentário:

Susana Henriques "Paxa" disse...

Palavras para quê!!??...
Obrigada Mana pelas palavras deixadas no blog, obrigada Madrinha miminho por tuti tuti :), obrigada pascualzinha:) por seres quem és e por teres assegurado aquela viagem tão atribulada no yaris lool e obrigada a todas por me terem recebido sempre tão bem e fazerem-me sentir, em tão pouco tempo, que AFeminina não é apenas uma Tuna...mas sim uma Familia!! Não é a primeira vez que refiro isto, mas na realidade arrenpendo-me por não ter entrado e contribuido para esta Familia mais cedo, mas como nunca é tarde e tal como dizemos... "Uma vez Feminina, Feminina até ao fim!"
É sabido que o ano que se avizinha não será facil mas também sabemos que o amor que nós, as quintanistas, temos à tuninha é maior que tudo o resto, nem mesmo o tempo consumido pelo estágio nos vai abater, por isso paxana&violino estarão sempre com a tuninha.:)

Mtosss Beijinhossssss para todas.... muito apaxanados :)